sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

OS FILHOS DE JOSÉ

GÊNESIS 41

50 E nasceram a José dois filhos (antes que viesse um ano de fome), que lhe deu Azenate, filha de Potífera, sacerdote de Om.

51 E chamou José ao primogênito Manassés, porque disse: Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho, e de toda a casa de meu pai.

52 E ao segundo chamou Efraim; porque disse: Deus me fez crescer na terra da minha aflição.

Todos os Cristãos conhecem ou deveriam conhecer a história de José do Egito, porque é uma passagem linda da Bíblia, porém ela não é só isto, este relato sobre José filho de Israel tem falado muito aos corações dos filhos de Deus.

Deus falava antigamente através dos profetas, porém hoje Ele nos fala pelo Filho, ou seja pelo Verbo que é a Palavra de Deus.

"HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho," (Hebreus 1 : 1)

Temos que ficar sempre atentos ao que o Senhor quer nos falar pala Sua Palavra pois Sua voz tornasse luz para nos guiar em seu caminho.

"PORTANTO, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas." (Hebreus 2 : 1)

Bom, voltando a história sobre José, os versículos 50 a 52 de Gênesis capítulo 41, o Senhor falou muito comigo neste momento.

Naquela época José tinha sido vendido como escravo pelos próprios irmãos por causa do ciúmes que seus irmãos tinham de José, pois que era um menino que tinha intimidade com Deus e guardava Seus mandamentos e Deus lhe deu sonhos sobre seu pai e irmãos se curvando a ele.

Um dia o Faraó teve um sonho sobre sete vacas gordas e de repente surgiu sete vacas magras e comeram as vacas gordas, este sonho deixou o Faraó muito encucado então ele chamou seus adivinhadores para decifrarem seus sonhos, foi inútil pois o sonho vinha da parte de Deus e nenhum adivinhador pode decifrar o sonho de Deus, então Faraó soube que havia um escravo preso que decifrava sonhos, era José logicamente, então o Faraó mandou chama-lo e o mesmo descifrou o sonho que eram sete anos de abundância que viria sobre a terra e logo em seguida sete anos de fome, então o Faraó gostou tanto de José que não só o tirou da cadeia como o nomeou governador de todo Egito estando abaixo apenas do próprio Faraó.

Então José teve de tudo no Egito, prosperidade, comida, enfim tudo de bom.

Antes de José ser governador do Egito, ele passou anos preso sofrendo todo tipo de coisa ruim, porém creio eu que Deus sempre estava protegendo de coisas piores que pudessem vir a acontecer na prisão.

Mas no versículo 50 do cap 41, está relatado que nasceram dois filhos de José, interessante que o Senhor nos mostra aqui que os filhos de José nasceram antes do ano de fome começar.

Mas quem eram estes filhos de José?

Nos versículos 51 e 52 temos a resposta, um o primeiro ou primogênito chamou-se Manassés, José o chamou assim porque Deus o fez esquecer de todo o seu trabalho, e de toda a casa de seu pai, ou seja Deus o fez esquecer de tudo o que ele passou desde quando foi vendido como escravo e também doque seus irmãos fizeram para ele.

E o segundo filho José o chamou de Efraim porque ele disse que Deus o fez crescer na terra da sua aflição.

Naquele tempo os pais davam nome aos filhos de acordo com o significado doque estavam passando.

Entendemos aqui que devemos sempre estar cheios do Espírito Santo para que quando vier o tempo da fome, o Senhor possa nos usar para alimentar aqueles que sentem fome do Senhor Jesus Cristo, porém para estarmos saciados e cheios do Senhor a ponto de saciar os que nos rodeiam é preciso que o Senhor nos faça esquecer de tudo que passamos de ruim e doque tentaram fazer para nós para nos prejudicar. Isto é o perdão de coração e não de palavras.

Depois Deus certamente vai nos fazer crescer na terra de nossas aflições, se guardarmos os mandamentos do Senhor, andarmos pela sua Palavra praticando-a, sem murmurações e braveza, o Senhor então nos crescera aonde quer que estejamos.

Enquanto tivermos em nosso coração algo contra qualquer pessoa, mesmo que esta pessoa tenha feito algo terrível em nossas vidas. Só que por nos mesmo nunca esqueceremos os rancores, só o Senhor através de nossas orações, conversando com Ele é que conseguimos esquecer o que passamos, e então viveremos felizes e livres de pensamentos que não provem de Deus.

Precisamos deixar o Senhor gerar em nós estes dois filhos, o que Deus faz a gente esquecer do que passamos e o que Deus nos prospera mesmo na terra da aflição.


Leia a Palavra de Deus, Ele está falando com você agora.


Flávio Franklin.

4 comentários:

Anônimo disse...

é muito intereçante a historia de josé por que era o unico filho de jacó que o obedecia, e os outros nao era um filho abençoado que era odiado pelo seus irmao mas nao era dezobediente.

Anônimo disse...

Divina e pensasse "não foi o ciúme de vcs para comigo que me trouxe aqui, não foi a tara da mulher de Potifá que me trouxe aqui, mas sim Deus me trouxe aqui."
Cabe a nós olhar nossa biografia,não apagar as páginas cinzas que a mídia nos aconselha a esquecer, mas perceber que o Senhor está fazendo nossa história.

Anônimo disse...

Um amigo comentou que José entendeu o recado de Deus. Quando reencontra os irmão ele os perdoa,tinha poder para se vingar da maldade que lhe fizeram, mas ele lembra da promessa, da interpretação do sonho, de que seus irmão se curvariam perante ele. José percebe o cumprimento da promessa Divina é como se olhasse para seus irmãos naquela sala, submissos a sua autoridade,e passando os olhos nos detalhes de sua biografia pensasse "não foi o ciúme de vcs para comigo que me trouxe aqui, não foi a tara da mulher de Potifá que me trouxe aqui, mas sim Deus me trouxe aqui."
Cabe a nós tb olhar nossa biografia,não apagar as páginas cinzas que a mídia nos aconselha a esquecer, mas notar o agir de Deus na nossa história.

Anônimo disse...

graça e paz foi de suma importância pra min esta revelação da palavra dos significados dos dois filhos de jose me edificou muito Deus abençoe vcs!