sábado, 23 de outubro de 2010

COMO VEM A FÉ

Agora, A FÉ É A SUBSTÂNCIA das coisas que se esperam, a evidência das coisas que se não vêem. — Hebreus 11.1 (KJV)

Deus nos diz exatamente o que é a fé bíblica. Em Hb 11.1 lemos que a fé é a evidência das coisas que se não vêem e que a fé é a substância das coisas que se esperam. Em outras palavras, a fé é a substância.

Na versão de Moffat, lemos em Hb 11.1 que "agora a fé significa que temos confiança no que esperamos, e convicção naquilo que não vemos". Em outra versão lemos: "A fé é o dar substância às coisas que se espe­ram".

A Fé Humana X A Fé Bíblica

Contudo, devemos entender que há várias espécies de fé. Por exemplo, todos têm a fé humana natural, quer sejam salvos ou não. Mas em Hebreus 11.1, Deus fala a respeito da fé bíblica. A fé bíblica consiste em se crer com o coração.

Existe uma grande diferença entre se crer com o coração e concordar com as informações oriundas de nossos sentidos físicos.

A fé bíblica consiste em agarrar as promessas da irrealidade da esperança e trazê-las para a dimensão da realidade. E a fé bíblica cresce pela Palavra de Deus.

Em outra versão de Hebreus 11.1 lemos que "a fé é a certeza absoluta de que aquilo que você esperou com paciência finalmente é seu".

Por exemplo, você espera que suas finanças sejam supridas para que suas dívidas sejam pagas. A fé lhe dá a certeza de que você tem o dinheiro que necessita, pois a fé é a evidência das coisas que se não vêem (Hb 11.1 KJV).

Você espera por forças físicas para realizar suas tarefas. Mas a fé diz: ... O SENHOR é a fortaleza da minha vida; a quem temerei? (Salmo 27.1).

A fé diz a respeito de qualquer assunto exatamente aquilo que a Palavra de Deus diz, pois a fé em Deus é a fé em sua Palavra.

Seria algo maravilhoso se as pessoas aprendessem estas verdades e agissem à altura delas. Então teriam em suas vidas todo o poder e bênçãos que Deus coloca à disposição delas.

Apropriando-se da Força de Deus, Pela Fé

Aprendi o que é a fé quando fui levantado do leito de enfermidade. Depois que fui curado, precisava trabalhar, pois estivera acamado por 16 meses, e necessitava de roupas e material escolar. No entanto, era difícil encon­trar um emprego naquela época, pois estávamos nos dias da Grande Depressão.

Mesmo assim, consegui um emprego numa fruticultu­ra, para arrancar pessegueiros. Com um rapaz do outro lado da árvore, arrancávamos as mudas para atender­mos às encomendas que chegavam. Era um serviço muito pesado para alguém que estivera confinado à cama por 16 meses, pois na ocasião fazia pouco tempo que levantara do leito de enfermidade!

Nos reuníamos bem cedo, antes do sol nascer, e começávamos a trabalhar.

Diariamente alguém me dizia: "Ora, não imaginava que você viria hoje. Sabe, fulano machucou-se ontem, e teve que deixar o serviço".

Quando falavam assim, aproveitava a oportunidade para testemunhar. Dizia: "Se não fora o Senhor, não estaria aqui, pois Sua Força é a minha força. A Bíblia diz: O Senhor é a força da minha vida... [SI 27.1]. Minha vida consiste tanto no físico quanto no espiritual, e ... O SENHOR é a fortaleza da minha vida; a quem temerei?".

Quando falava assim, alguns daqueles rapazes fica­vam tão zangados que murmuravam. Mas eu simples­mente sorria e dizia: "Louvado seja o Senhor! Estarei aqui amanhã e todos os demais dias, porque o Senhor é a minha força".

Se andasse pelos meus sentimentos, nunca teria saído da cama, porque sentia-me como se ainda estivesse lá. Nunca senti tanta fraqueza física quanto naquela época. Sentia-me como se não pudesse fazer nada — sozinho num serviço como aquele I Mas continuei firme. Agi à altura da Palavra de Deus porque sabia o que era a fé.

Eu dizia ao Pai, a Jesus, ao Espírito Santo, ao diabo, a mim mesmo, e aos rapazes que trabalhavam comigo quando me perguntavam: "O Senhor é a minha força".

Depois de orara Deus pedindo a Sua Força, e confessar que a tinha, recebia a evidência do fortalecimento de Deus somente depois que começava a trabalhar. Não era sufi­ciente ter fé; eu tinha que agir à altura da minha fé.

É aí que muitas pessoas não entendem o que é a fé. Querem receber algo de Deus, e para isso crêem que receberam. Mas há outra parte a fazer. Devemos não só crer que recebemos, como também receber o que cremos.

Quando começava o serviço de manhã, ainda não me sentia fortalecido. Contudo, toda a vez que arrancava a primeira ou segunda árvore, sentia algo tocar em minha cabeça. Esse poder passava por todo o meu corpo até chegar às pontas dos dedos das mãos e dos pés. Era o fortalecimento sobrenatural de Deus. E assim, traba­lhava o dia inteiro sob o poder daquela unção.

Certo dia, um homem que pesava 110 Kg disse: "Nenhum outro homem estará aqui quando estes 110 kg não trabalharem mais aqui".

Respondi: "Ora, Deus pesa mais do que 110 Kg. Quando você for embora, ainda estarei trabalhando aqui".

Ele ficou bravo comigo, mas às 15:00 Hs daquela tarde, ele deixou o serviço! Fiquei sendo o único da turma inicial que ainda estava lá. Era o mais fraco e o mais magro, mas era o único que sobrara do meu grupo. A força de Deus era tão eficaz que o chefe queria me contratar em definitivo. Comprovara a Palavra de Deus.

Recebendo as Promessas Pela Ação À Altura da Palavra de Deus

Você pode dizer que a Palavra de Deus é boa, mas isso não lhe trará nenhum benefício até que você aja à altura da mesma e colha os resultados.

A fé consiste em agir à altura da Palavra de Deus. A fé consiste em dar substância às coisas que se esperam.

Fui trabalhar, a despeito da minha fraqueza física. Agi à altura da Palavra, e colhi os resultados da minha fé. Esperava por fortalecimento físico para que pudesse realizar meu trabalho. No entanto, foi a fé que deu substância àquilo que esperava.

A Palavra de Deus diz que Deus é a força da minha vida. Conforme agi à altura da Palavra, minha fé deu substância àquilo que esperava: o fortalecimento para realizar minhas tarefas.

Observe que muitas pessoas somente esperam, e param por aí. Isso não é fé, é esperança, e a esperança não traz substância — somente a fé. A esperança não tem nenhuma substância, mas a fé dá substância à esperança.

Alguém diria: "Espero que Deus ouça minha oração". Mas se tudo que você tem é só esperança, não receberá sua resposta, pois é a fé que libera a ação de Deus, e não a esperança. A esperança não gera "á resposta de Deus, mas sim a fé.

Sua fé pode dar substância à esperança. A fé trará a resposta das orações. A esperança diz: "Terei a resposta do pedido algum dia”, mas a fé diz: Tenho a resposta agora.

John Wesley disse que o diabo trouxe para a igreja um falso substituto para a fé, tão parecido com a mesma, que poucos percebem a diferença. Ele chamou-o de "assentimento mental".

Texto tirado do Curso de estudo fé, de Kenneth E. Hagin.

Um comentário:

convivenciaesperada disse...

legal esse estudo flavio

Abraços